sábado, 27 de setembro de 2014

My Wedding: Como surgiu a idéia

(Não, este não é um blog de casamento.
Sim, vou contar um pouquinho do meu.)

Desde sempre queríamos nos casar. Fazer uma festinha, uma cerimônia bonita para a família e os mais chegados. Para isso, requer tempo, dedicação e, principalmente investimento. Não queríamos qualquer coisa, apenas o melhor nos bastava, por isso ensaiamos 5 anos para finalmente nos casarmos de verdade.

Como veio a idéia? Desde sempre a opção foi casamento diurno. Somos 2 "velhos", acordamos cedo, dormimos cedo e gostamos mais do dia do que da noite. O sol, a luz, a felicidade e liberdade que o dia proporciona são mágicos. À noite, todos os gatos são pardos. Já fomos bem notívagos no passado, mas definitivamente nossa preferência é a alvorada.

De casarmos em Ibiúna (tem um gramado enooorme na casa), amadurecemos a idéia pela estrutura da cidade não comportar os convidados, sem contar que não seria um território "neutro". Entre dicas e palpites de conversas de bar veio à tona o mini wedding. Seria perfeito. Diurno, poucas pessoas, num restaurante charmoso. A nossa cara!


Não hesitamos em nenhum momento e não pesquisamos outro lugar. Teria que ser lá, no Ruella (ou Ruellinha para os mais chegados!), custe o que custasse. A idéia inicial era do da Vila Olímpia, onde os casamentos acontecem na ruazinha ao lado mas...

Depois de noivar no meu aniversário do ano passado (aqui), começamos a pensar na cerimônia. Depois de umas cervejas a mais num dia qualquer desses ele confessou: "sim, vamos casar no Ruella, mas faço questão da igreja. Pretendo casar uma só vez e tem que ser perante Deus". Ótimo, vamos nessa. Nem precisamos pensar muito: Igreja da Cruz Torta (uma das poucas que celebram casamentos de dia, além de ter um valor enorme para minha família, pois meus pais casaram lá e ali também fui batizada) e Ruella Pinheiros a 2 quadras da Igreja. Done!

A notícia foi recebida pela nossa família com a maior alegria possível, abraços e lágrimas selaram a expectativa do grande dia.

Tudo isso fechamos em novembro/dezembro de 2013. Muito trabalho ainda estaria por vir...


Contarei em diversos posts a saga do casório.

To be continued….


sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Enfim, casada!

7 anos e quase 2 meses de namoro, enfim, o grande dia chegou.
É inexplicável a felicidade que transbordei neste dia, certamente um dos mais felizes da minha vida.
Selar nossa união perante nossa família e amigos queridos num dia incrível de sol. Foi tudo perfeito, sem tirar nem por.
A cerimônia foi maravilhosa e emocionante e a festa do jeitinho que sonhávamos, ou até melhor.

Já estou há tantos dias de férias e esse misto de casamento com lua-de-mel ainda me embriaga. Não quero acordar tão cedo, quero viver esse momento eternamente de tão bom que foi.

Para coroar este momento, posto aqui o vídeo que nosso querido DJ Romulo fez, quando eu e o Du dançamos Center of the Universe, do Axwell. 
Sim, tivemos nosso momento da valsa, Josh Rouse, é claro (aqui), mas esse foi mais descontraído, mais espontâneo, mais a gente.



E aqui, a música completa:





…viva o amor! <3