segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O Casamento da Minha Amada Irmã

Amor de irmã é difícil explicar. Quem tem uma sabe do que eu estou falando. Ela, mais velha, eu a caçula. Tivemos lá nossa fase difícil de divergências e brigas na adolescência, que graças a Deus se esvaiu depois que amadurecemos. Companheira em todos os momentos e muito, mais muito amiga.

Enfim, finalmente seu sonho se tornou realidade ontem. Ela que, apesar de, na casca parecer uma mulher dura e moderna, sempre sonhou com seu príncipe encantado e seu dia mágico de princesa no dia do seu casamento.

Depois de muito pensar, escrever, apagar, quase que em cima da hora, acabei amarelando da incumbência de conduzir toda a cerimônia. Mas foi melhor assim. Quando é verdadeiro, o destino se encarrega de nos ajudar a colocar tudo nos trilhos. Foi assim que aconteceu, com uma juíza super fofa, dizendo palavras de Chico Xavier e de Allan Kardek, sem nunca ter perguntado nossa religião.

Quando começou a soar a música clássica da dança dela da florzinha quando era pequena, viajei no tempo. Lembrei da sua foto da apresentação de ballet que parece a fotografia de um sonho. Lá estava ela, linda, iluminada, delicada e como uma bailarina ao lado do meu querido pai, nervoso andando pela passarela até o altar.

Segurei o choro diversas vezes e milagrosamente nenhuma lágrima caiu. Tremi um pouco a voz no microfone, mas consegui ler e interpretar o texto escrito com o coração que vocês verão abaixo.

O resto da noite foi incrível, tudo perfeito, comida e bebida boas e ótimas companhias. Foi um momento feliz ter reencontrado amigas que não via há tempos, em especial a Rê e a Larinha (que por sinal está enorme e linda). Minhas priminhas Cisquinho e Marininha estavam doces e amorosíssimas como sempre; que saudade que estava dessas pequenas.

Minha mãe transbordando de alegria e elegância e meu pai entornando seu whiskão cowboy feliz da vida.

O Du, lindo e chiquérrimo em seu terno e camisa italiana, sempre ao meu lado, mas como anjo da guarda do meu mais novo cunhadinho.

Enfim, depois de tanta ansiedade, passou. Passou rápido, mas foi intenso e muito, mais muito feliz.
Amor, saúde e vida longa aos noivos! Amo vocês!! <3



Boa noite a todos, agradeço a oportunidade de estar aqui na frente para dizer algumas palavras.

Diferentemente de algumas décadas atrás, conquistamos nossa independência e felizmente nos libertamos das amarras sociais para escolhermos casar com quem realmente amamos. Não há fórmula mágica para os acontecimentos, o que tem que vir antes ou depois, simplesmente seguimos nosso coração e vamos em frente. O casamento é um ponto de chegada e ao mesmo tempo de partida (e quem disse isso foi o padre que casou nossos pais). Chegada de um objetivo comum, a evolução do namoro para algo mais íntimo e intenso. Partida pois agora as duas vidas miram em um só lugar, o nascimento de uma nova família que com certeza terá mais membros no futuro. 

Camila, Cá, Cacá, Cira, Clô, Hermana, Velha ou Velhota, não importa o apelido carinhoso, você é minha querida irmã.

Irmã essa querida e amada, generosa, amiga, companheira, porém cabeça dura. E como é dura esta cabeça! (hehehe)

Chris, andei conversando com sua família e eles só confirmaram minhas suspeitas: você é um cara muito bacana, educado, honesto e um pouco atrapalhado. Está aprovado! Rs!


É com imensa alegria que celebramos hoje esta união entre você e o Christian.

As tempestades viraram garoa e da garoa a brisa, e agora o sol. Que o amor e a felicidade reinem no lar de vocês. Preservem sua individualidade e tenham paciência um com o outro. Momentos maravilhosos virão, mas momentos difíceis podem acontecer, estejam preparados para tudo. 
Não deixem de falar ou expressar seus sentimentos hoje, riam, chorem, digam eu te amo, sejam sinceros, pois só a verdade e a cumplicidade vencerão.

Chris, seja bem vindo ao camarote dos Ferreira Pires para agregar à nossa família. 
Hermana, que toda a felicidade do mundo acompanhe a vida de vocês, pois Deus reserva o melhor da vida para quem merece. E vocês merecem.




domingo, 10 de novembro de 2013

My photos

Yes, I love to take photos... Instagram, iphone pics, even with my poor camera.
To shoot mainly during my trips. I lost my shame on carrying my camera in my chest or like a purse.  What is worth is to see all of them and live again for one second that special moment.

I am very busy these last days, hopefully I will upload some Japan photos here soon!





google images



domingo, 3 de novembro de 2013

Osaka OST

My trip-to-Osaka original soundtrack isn't a japanese song.
I watched Gatsby at the airplane and I felt in love for this song.
Fortunately, at CD list at the same plane, there were Gatsby OST, where I finally found it.
I played this song again and again. So wonderful this velvet voice in my ears.
So, let's stop talking to listen to it once more.





Lana del Rey - Young and Beautiful