sexta-feira, 30 de agosto de 2013

#londondreamcometrue

Não há significante algum dentro desta limitada linguagem que defina minha emoção de chegar ali. Foram tantos anos de desejos, anseios, expectativas e planos que, quando menos esperei tudo se encaixou da melhor maneira possível.

Primeiro que nunca achei que fosse ter a capacidade de chegar lá (não sei por que duvidei tanto de mim mesma).
Há alguns anos atrás quase larguei tudo o que não tinha para ir, mas coloquei meus pés no chão e decidi postergar.
Ano passado, achei que fosse finalmente me presentear de 30 anos com esta viagem, emendando Amsterdam, mas ainda não era a hora.

Neste ano, quando praticamente havia descartado a possibilidade de ir tão cedo, eis que surge a oportunidade: meus humildes pés aterrisando em Londres.

Dei uma passada por lá a trabalho mas ficou o gostinho de quero mais. O melhor da capital britânica não tive como não vivenciar com a pessoa mais importante para mim ao meu lado.

É lógico que o primeiro passeio turístico teve que ser ali: no Big Ben.

Saindo da estação Westminster, já avistei seu corpo robusto e trabalhado, mas não acreditei que era ele mesmo. Andei mais alguns metros e o admirei de longe. Meus olhos não acreditavam no que via. Mal conseguia piscar, este momento era muito importante e esperado não queria perder um segundo sequer.

De repente, veio um misto de orgulho, alegria, missão cumprida, força, fé, calor e sei lá mais o que, que desabei a chorar de tamanha felicidade.

Indescritível a sensação de realizar um sonho. 





Uma imagem vale mais do que mil palavras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário