sábado, 20 de julho de 2013

Déjame Vivir


Siempre me gustó la lengua española... y, claro, me encanta su música.
Esta es una muy especial, del Jarabe De Palo. ¡Inovidable!




Déjame vivir
Libre
Como las palomas
Que anidan en mi ventana
Mi compañía
Cada vez que tú te vas.


Déjame vivir
Libre
Libre como el aire
Me enseñaste a volar
Y ahora
Me cortas las alas.


Y volver a ser yo mismo
Y que tú vuelvas a ser tú
Libre
Libre como el aire


Déjame vivir
Libre
Pero a mi manera
Y volver a respirar
De ese aire
Que me vuelve a la vida
Pero a mi manera.


Y volver a ser yo mismo
Y que tú vuelvas a ser tú
Libre
Pero a tu manera


Y volver a ser yo mismo
Y que tú vuelvas a ser tú
Libre
Libre como el aire.



quinta-feira, 11 de julho de 2013

My peaceful 6th anniversary

Foi sensacional o fim de semana de calmaria, sol, sombra e cerveja fresca.
Churrascos, amendoins, fish and chips e bate-papos.

Neste clima delicioso e descontraído comemoramos nossos 6 anos de namoro.
Naquele mesmo local, na mesma praia onde nos vimos pela primeira vez.

Foi amor à primeira vista. Acho que existe mesmo.

Delícia é pouco.
Que venham muitos outros anos e mais invernos calorosos como estes.

Cheers!






sábado, 6 de julho de 2013

Revenge.

A vingança é um prato que se come frio.

Não importa o quão horrível é o fato de alguém despender seus pensamentos em esforços  para dar o troco em alguém que lhe fez mal.

Sempre acreditei na força da vida, da ação e reação. O que se planta, se colhe. As pessoas que me prejudicaram tenho certeza que a vida se encarregou de lhes mostrar que  o caminho não é este. Da mesma forma que meus erros em algum momento vieram à tona para que pudesse repensar e mudar minha atitude.

Bem, agora vamos ao que interessa: let's translate: Revenge.

Desde que ouvi a história deste seriado na Globo, fiquei curiosa. Não sou de curtir seriados (além do C.S.I.), acho muitos deles coisa de americano bobo. Principalmente aqueles que tem a risadinha fake no fundo. Affff!

Num belo feriado, vi que a primeira temporada estava disponível na íntegra no Netflix e lá fui eu. Pega pelo vício. Assisti o primeiro e não parei nunca mais.

Não me contentei em ver só a primeira temporada, como baixei a segunda e a engoli aos poucos (por falta de tempo mesmo).

Agora que cheguei ao fim, estou órfã. A terceira nem começou a ser filmada.
Aguardarei ansiosamente a próxima. Me avisem quando sair.



Google images



Alguns infinitos são maiores do que outros

É engraçado como a internet e o acesso a informação nos ampliou a mente e as influências. 
A brincadeira do Facebook até que é legal. O reencontro de velhos amigos que jamais imaginamos rever, pelo simples fato de quando estudava no colégio a internet e as redes sociais mal tinham nascido.

Confesso o meu vício no instagram. Delicinha de fotos (e agora vídeos)! Participo não só de momentos dos meus amigos selecionados (nem todo mundo que tenho no Face estão lá no meu insta), mas também sigo perfis de pessoas de outros cantos do mundo:  Berlim, NYC, Itália, Paris, Londres, Rio... Me sinto um pouco mais perto, talvez até parte destes lugares, apenas de olhar e viajar nas fotos destes perfis desconhecidos.

Uma garota do Rio me add no insta e comecei a segui-la também. Ela posta fotos lindas da cidade maravilhosa, um real colírio para os meus olhos. Curiosamente na mesma semana, ela e mais outra pessoa que fez um curso comigo que não tenho mais contato, postaram a capa do tal "A culpa é das estrelas".

Já tinha me libertado dos 50 tons de muitos cinzas e estava em busca de um novo livro. Os comentários foram tão positivos, que resolvi arriscar. Best sellers nunca são tão ruins assim.

Confesso que no início do livro, demorei para engrenar até pelo fato de ser uma história bastante triste e com o câncer transpirando em todos os parágrafos. Um pouco deprê. Mas, depois de mergulhar na trama acabei me empolgado pelo enfoque diferenciado que o autor trouxe para a história, totalmente livre de clichês.
A visita deles à Amsterdam reviveu a minha viagem do ano passado, tão breve, mas tão intensa. Amei esta cidade, tenho certeza que voltarei novamente para explorar o que não consegui.

A visão do mundo de um outro ponto-de-vista, abriu minha mente às coisas boas que tenho ao meu entorno.
As palavras, lindamente escritas, me arrancaram muitas lágrimas no desfecho do livro.

Transcrevo aqui um pedacinho:

"Eu sentia falta do futuro. (...) e me ocorreu que a ambição voraz dos seres humanos nunca é saciada quando os sonhos são realizados, porque há sempre a sensação de que tudo poderia ter sido feito melhor e ser feito outra vez."

Acho que já ouvi algo parecido antes. Preciso dizer mais alguma coisa?



Google Images

Os Meus Sábados

Minha vida toda sempre apreciei as sextas-feiras. Elas proporcionam um misto dos compromissos da semana com a liberdade do fim de semana. 
Nunca tive problemas em ir para a escola, trabalhar, enfim, encarar as responsabilidades, então sempre levei os dias da semana numa boa.
É claro que hoje, me sinto um pouco mais cansada do que quando tinha vinte e poucos anos, que arrebentava de fazer tudo o que podia durante a semana, geralmente os melhores dias para badalar, apesar do incômodo de acordar cedo para a labuta no dia seguinte.

Quando comecei a namorar, aflorei para os domingos. Aquele dia da preguiça, da enrolação na cama, do cinema, do Fantástico.

Depois de mudar para minha própria casa, aprendi a apreciar muito mais o sábado. E consigo ver exatamente hoje com mais clareza, depois de, praticamente 1 mês e meio com a faxineira tocando a campainha às 7h30 da manhã todo sábado.
O problema jamais foi de acordar cedo. O incômodo é ter um ser estranho transitando no meu próprio lar e me privando do meu momento de solidão matinal. 
Adoro pegar o computador e passar por aqui, divagar na internet, assistir um filme bobo na TV, arrumar a casa do meu jeito e deixá-la um brinco, ficar de pijama, olhar para a janela e pensar no nada. Ficar no silêncio.

Hoje celebro este meu sábado de feriado com um sol mais do que maravilhoso, me chamando para desfrutar e aproveitar o que a vida tem de bom.

Paz e um ótimo feriado a todos!



#frommywindow