quarta-feira, 22 de maio de 2013

O que você levaria com você se sua casa estivesse pegando fogo?

Esta é a proposta do site The Burning House.
Um conflito entre o que é prático, sentimental e valioso.
Sigo este site há bastante tempo e venho ensaiando sobre como seria o meu post.

Aproveitando o embalo deste misto de ansiedade com arrumação de malas para a viagem, hoje resolvi finalmente registrar o meu.

Meu post publicado está aqui :)

E traduzo com mais detalhes e explicações sobre minhas difíceis escolhas:


Name: Mariana Pires
Age: 30
Location: São Paulo, Brazil
Occupation: Marketing
Website: ensaiosdavidareal.blogspot.com.br

  • Macbook Pro - tenho um imenso apreço por este computador. É o meu primeiro, não compartilhado e não corporativo. Tem todas as minhas coisinhas e coisonas, foi meu fiel escudeiro ao escrever minha monografia, sem contar que a interface Apple é demais;
  • My first-trip-to-Europe album - este álbum tem um enoooorme valor sentimental. No meu primeiro dia da viagem, subindo as escadas da Sagrada Família em Barcelona o idealizei e fui colecionando todos os tickets, mapas e papéizinhos da viagem, que resultou em um lindo scrapbook. Demorou exato 1 ano de trabalho para ser concebido. De longe, o trabalho mais lindo que já fiz em toda minha vida;
  • iPhone - sou viciada, online e adoro fotografar. Acabei optando por ele ao invés da minha câmera fotográfica recém-adquirida, pois ele inclui esta e muitas outras funcionalidades em um único gadget;
  • Black belt - não vivo sem cinto, peça obrigatória no meu guarda-roupa;
  • Mascara - para uso diário, independente da ocasião. Make básica para me sentir mais bonita;
  • Powder Blush and brush - idem acima com o adicional de ficar com cor de saúde;
  • French can given by my grandma - de pequena, namorava esta lata que ficava na mesinha da sala da minha avó, até ela finalmente me dar. Costumava conversar com a menina, já lhe confidenciei muitas coisas. O fato de eu ter escolhido esta lata é pela lembrança da minha infância e não por ser da minha avó, pois só ela sabe quantas decepções ela me proporcionou enquanto viva;
  • Notebook with pen to write my thoughts - desde sempre carrego comigo um caderninho na bolsa para anotar pensamentos, contas, compromissos e por aí vai. A caneta é a mais linda que trouxe de Amsterdam. Gostei tanto que vim com 2 na mala;
  • Passport - sem fronteiras para conquistar o mundo afora;
  • Toothbrush - nem pensar ficar sem escovar os dentes e esta da Curaprox é insubstituível;
  • My wallet - sem dinheiro, cartões e outros documentos, não vou a lugar nenhum;
  • Car key - símbolo do apego e também da mobilidade já que neste Brasil andar no transporte público é praticamente inviável e andar de bicicleta é um grande perigo;
  • Necklace with mine and my husband photo - meu talismã, amuleto da sorte de uso diário e indispensável. Carrego também um pingente de olho grego no fecho que fica bem atrás do meu pescoço e me protege de qualquer mal olhado. Tenho um imenso carinho por este relicário, talvez seja a peça com maior valor sentimental de toda lista;
  • Silver earings brought from Peru - adoro este brinco e é um dos que mais uso  ultimamente. Combina com tudo, é simples e bonito;
  • Havaianas sandals - para dar férias para os meus pés;
  • Ray Ban sunglasses - de todos os meus óculos escuros este é o que mais gostei e me identifiquei em toda a vida. Clássico, fashion e fica bem no meu rosto;
  • Blue jeans - adoro esta calça da Miss Sixty que quase não comprei em uma super promoção no Peru. Sorte ter voltado no dia seguinte na loja!;
  • White old shirt - apesar de gostar muito de cores, de longe, esta é minha camisa favorita. É o símbolo da passagem dos meus 20 para os meus 30 anos. Sempre gostei de usar branco e ela, ao mesmo tempo, é arrumadinha e também despojada. Um verdadeiro coringa!
  • A scarf to warm and always be glamorous - adoro pashiminas e esta completa a lista de que não sairia do incêndio sem lenço e sem documento;
  • Astrology book given by one old and special friend - livro que muito me ajudou no meu autoconhecimento e relacionamento com outras pessoas. Ele é muito especial, está até meio amareladinho e ganhei da Cris há 12 anos atrás em uma fase bastante turbulenta e cheia de dúvidas na minha vida.

Em algum momento me lembro de ter lido que esta lista deveria conter 10 coisas. Totalizei exatamente o dobro. Definitivamente ainda tenho muito o que aprender para cultivar meu desapego.

P.S.: Não pude deixar meus pés de fora da composição. Estes que me carregam para todos os lugares do mundo.



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais, né Ré? Já tava namorando este site há um tempão e resolvi fazer minha fotinho num lapso criativo!
      Beijos!

      Excluir