sábado, 11 de agosto de 2012

Parabéns, mulherada!

É claro que tem horas que tenho vergonha de algumas coisas que acontecem aqui no Brasil e até mesmo de muitos brasileiros. Nem vou entrar neste detalhe, caso contrário, gastarei muito tempo me lamentando.
O futebol, cheio de estrelas que estão mais preocupadas com o look do que com a posse de bola, enfim, decepcionou mais uma vez.
São milhões envolvidos neste esporte que traz alegria e tristeza para seus súditos. Não foi desta vez.

Mas, o orgulho veio mesmo pela garra e força de vontade das brasileiras do volley. Jogaram mal em alguns momentos e conseguiram virar.
Ergueram a cabeça e focaram em seu objetivo: o ouro olímpico.
A festa e a comemoração delas foi incrível e nesta hora reascende nosso orgulho por esta pátria tão única.
Me incomodo um pouco com a frieza de alguns países e suas comemorações comedidas perante a vitória. O Brasil não. Faz batuque, grita, pula, reza e chora. Tudo vira um grande carnaval e todos vibram.

Parabéns, meninas do volley. Vocês mostraram ao Brasil e ao mundo que vieram para jogar, para lutar e não estão de brincadeira. Seus cabelos e maquiagens continuam impecáveis, mas suas cortadas e bloqueios também.
Espero que a seleção de futebol seja humilde o suficiente para aprender pelo menos um pouco com isso. Suar mais e se embonecar de menos.



O nosso volley - fonte: site Terra



Winners vs. losers (detalhe da atitude) - fonte: site Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário