domingo, 1 de julho de 2012

Song Pop Pop Pop!

Já tive minha fase de jogos. Era muito boa, aliás.
Tudo começou com o Atari, depois evoluiu para o Master System, Nintendo, Phanton System e depois joguinhos no IBM Aptiva do meu pai.


Quando fazia alguma coisa errada, o castigo que minha mãe me dava era ficar 1 semana sem poder jogar. Claro que acabava dando uma jogadinha bem de leve quando ela não estava olhando, mas sim, essa era uma grande tortura.


Parei por aí na minha odisséia dos jogos e não consegui evoluir com o lançamento do Playstation, XBox e esses aí.
Na verdade, esses jogos 3D nunca foram meu forte. 
Aprendi a jogar 2D, pulando para pegar as moedinhas, fugindo dos buracos e das plantas carnívoras no Mario Bros e qualquer coisa diferente disso, surgia uma grande dificuldade.


Até que percebi que meu apreço pelos jogos eletrônicos tiveram um fim.
Não o consegui reavivar com o PS3 do Du, tão viciado que jogava por mim, por ele e toda a torcida do Flamengo.
Até tentei emplacar no Little Big Planet, mas não rolou.


Não gosto também de jogar no celular, até que um belo dia uma amiga do trabalho durante uma palestra, digamos, um tanto quanto chata, me apresentou o DrawSomething.
Um joguinho aqui, outro ali e percebi que vááários amigos estavam nessa onda.
Queria mesmo é conseguir as moedinhas para comprar mais e mais cores e evoluir na arte do desenho.


Até que... um belo dia vi o Du insano no iPad ouvindo pedaços de música que eu gostava.
Era um novo jogo.
Relutei para baixar da Apple Store, mas quando percebi, ali estava ele na minha última página do iPhone: Song Pop.


Esse joguinho simples e divertido usa o conceito do "Qual é a Música?". O mais legal é que a medida que você evolui, vai destravando novas músicas e comprando playlists diferentes.


A que eu mais gostava e que acertava toda era a 90's Alternative. Essa era difícil ganhar de mim, a não ser a Cris e alguns amigos que tinham banda naquela época.


Notei num belo dia que estava no sofá, ao lado do Du, cada um com seu respectivo gadget jogando insanos, sem trocarmos uma palavra sequer.
Acordava mais cedo só para jogar no Wi-fi de casa e meu celular não parava de apitar ao longo do dia com os desafios que recebia.


Me diverti bastante com ele, mas me impus um prazo e um desafio: completar as 4 estrelinhas da minha playlist favorita e deletar definitivamente essa praga do meu telefone!


Sim, depois de muito suor, consegui alcançar meu objetivo e cá estou eu com mais tempo livre para escrever no blog, conversar com meu namorido, ligar para as pessoas, enfim, pensar.






Olha as 4 estrelinhas aí!


Nenhum comentário:

Postar um comentário