sábado, 28 de julho de 2012

Chegando lá!

Depois de incansáveis e intermináveis 14 horas de trabalho, estou perto do fim.
Acumulei tanto conhecimento e experiência com esta monografia, que está sendo a cobertura e a cereja do bolo, símbolo da realização de um antigo sonho.


Minhas emoções estão à flor da pele, estou um bagaço, cansada, com a cabeça a mil, com olheiras, sem dormir, com o coração disparado e a mente desperta para finalizar com chave de ouro esta Pós-Graduação que tanto relutei e depois lutei para concluir.


Faltam somente 3 dias para que tudo se acabe e, até lá ou pouco depois disso, reservarei um pedacinho do meu tempo para contar minha trajetória em me tornar uma Especialista em Semiótica. Com certeza meu ponto-de-vista mudou, ampliei meus horizontes e, como dizia Einstein: "a mente quando se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho natural".


Uma música para inspirar e celebrar este momento tão maravilhoso, único e importante na minha vida pessoal e intelectual.




Coldplay - Charlie Brown



Olympics

De alguns anos prá cá aprendi a realmente apreciar o que os jogos olímpicos e copa do mundo tem de bom.
Esse espírito esportivo que o mundo inspira e transpira durante este período é indescritível.
Somos todo unidos por um único objetivo: a vitória.
Nesta hora não há raça, classe social, gênero ou o que for.
Queremos mesmo é arrebentar a boca do balão e trazer este tão sonhado ouro.


Vai Brasil!!!!





sábado, 21 de julho de 2012

All work and all play

Há um tempinho vi este vídeo e só agora lembrei de postar.
E vc, trabalha no que gosta ou ainda está enrolando para ir atrás?



Créditos: Blog da Box


Uma amostrinha da mono

Eu e meu breve conhecimento em Photoshop nos unimos para criar divisórias para minha monografia.
Busquei algumas estampas da Farm na internet, baixei a fonte que eles usam no site e ainda peguei o mesmo shape dos headers do blog. Super branded!
Segue uma amostrinha dos meus 4 capítulos. Ainda estou na dúvida se também farei para a Introdução, Conclusão e Bibliografia.
I'm 70% done!





Divisions by me! :)


sábado, 14 de julho de 2012

Os estudos semióticos abrem minha mente

Acredito que deva aparecer pouco por aqui nas próximas semanas.
Estou 100% focada nos meus estudos, finalmente engrenei naquilo que sempre quis entender mais a fundo.
Percebo que, pouco a pouco, alguns caminhos se abrem e minha auto-confiança aumenta proporcionalmente.
Entrando mais a fundo nesta loucura semiótica, tenho mais embasamento para falar e discutir com propriedade este assunto que, desde que tive o primeiro contato, foi amor a primeira vista.


Em alguns momentos, optei por escolhas do curto caminho longo e agora estou em busca do longo caminho curto.
Assim que tudo entrar nos eixos, tenho certeza que as oportunidades cairão do céu.



Força na primeiridade!



sábado, 7 de julho de 2012

Quase lá!

Brasileiro que é brasileiro, deixa tudo prá última hora.
E eu, como não quis ser uma exceção à regra, cá estou eu me matando no feriadão para colocar os estudos em dia.
O que está sendo mais bacana é que estou reaprendendo alguns conceitos que tenho certeza que usarei daqui em diante.
Restam-me somente 23 dias até a entrega final e encontro-me na página 18.
Suor. Ralação. Minha cabeça está quase explodindo e as idéias a mil.
Espero em breve postar aqui a foto da minha querida monografia pronta, encadernada e com uma nota 10 estampada bem grande para meu orgulho.



A bibliografia quase 100% completa


A mesa com a bagunça infindável que só eu entendo!



domingo, 1 de julho de 2012

Song Pop Pop Pop!

Já tive minha fase de jogos. Era muito boa, aliás.
Tudo começou com o Atari, depois evoluiu para o Master System, Nintendo, Phanton System e depois joguinhos no IBM Aptiva do meu pai.


Quando fazia alguma coisa errada, o castigo que minha mãe me dava era ficar 1 semana sem poder jogar. Claro que acabava dando uma jogadinha bem de leve quando ela não estava olhando, mas sim, essa era uma grande tortura.


Parei por aí na minha odisséia dos jogos e não consegui evoluir com o lançamento do Playstation, XBox e esses aí.
Na verdade, esses jogos 3D nunca foram meu forte. 
Aprendi a jogar 2D, pulando para pegar as moedinhas, fugindo dos buracos e das plantas carnívoras no Mario Bros e qualquer coisa diferente disso, surgia uma grande dificuldade.


Até que percebi que meu apreço pelos jogos eletrônicos tiveram um fim.
Não o consegui reavivar com o PS3 do Du, tão viciado que jogava por mim, por ele e toda a torcida do Flamengo.
Até tentei emplacar no Little Big Planet, mas não rolou.


Não gosto também de jogar no celular, até que um belo dia uma amiga do trabalho durante uma palestra, digamos, um tanto quanto chata, me apresentou o DrawSomething.
Um joguinho aqui, outro ali e percebi que vááários amigos estavam nessa onda.
Queria mesmo é conseguir as moedinhas para comprar mais e mais cores e evoluir na arte do desenho.


Até que... um belo dia vi o Du insano no iPad ouvindo pedaços de música que eu gostava.
Era um novo jogo.
Relutei para baixar da Apple Store, mas quando percebi, ali estava ele na minha última página do iPhone: Song Pop.


Esse joguinho simples e divertido usa o conceito do "Qual é a Música?". O mais legal é que a medida que você evolui, vai destravando novas músicas e comprando playlists diferentes.


A que eu mais gostava e que acertava toda era a 90's Alternative. Essa era difícil ganhar de mim, a não ser a Cris e alguns amigos que tinham banda naquela época.


Notei num belo dia que estava no sofá, ao lado do Du, cada um com seu respectivo gadget jogando insanos, sem trocarmos uma palavra sequer.
Acordava mais cedo só para jogar no Wi-fi de casa e meu celular não parava de apitar ao longo do dia com os desafios que recebia.


Me diverti bastante com ele, mas me impus um prazo e um desafio: completar as 4 estrelinhas da minha playlist favorita e deletar definitivamente essa praga do meu telefone!


Sim, depois de muito suor, consegui alcançar meu objetivo e cá estou eu com mais tempo livre para escrever no blog, conversar com meu namorido, ligar para as pessoas, enfim, pensar.






Olha as 4 estrelinhas aí!