sexta-feira, 18 de maio de 2012

O meu dia

Faz um tempão que não passo por aqui. Não, não abandonei meu querido refúgio de livres palavras e desabafos cotidianos.

Tantas coisas aconteceram nesses dias em que estive ausente que, para resgatar muitas delas teria até dificuldade de relembrar os detalhes que fazem a diferença e que adoro relembrar na hora de postar.

Percebi que mais do que nunca o tempo é um bem muito valioso e que a cada dia que ele passa, esvaece e vai sem eu perceber que algum momento ele esteve em maior abundância.

Fiz um cronograma no meu caderninho para os dias de estudo e dedicação à monografia.
Os "x" são os dias em que não fiz nada e os "o" são aqueles que executei algo.
Com isso, notei que, claro, haviam mais "x" do que "o", mas o que mais me impressionou foi  a velocidade em que esses poucos dias em que classifiquei passaram. 
Já passamos da metade do mês.

(...)

Este ano fui promovida oficialmente a "Gerente de Comunicação & Trade Mizuno".

Esperei tanto por esse dia, sonhei, suei, torci, batalhei e finalmente ele chegou.
Idealizava este momento e como tudo fosse proceder a partir de então.
Queria é contar para todo mundo, para minha família, meus amigos, atualizar meu CV, mudar meu cargo no linkedin, sentir orgulho de mim mesma, tudo isso.

Bobagem.

É óbvio que fiquei (e ainda estou) feliz da vida!
Afinal, atingir grandes objetivos não é qualquer hora que acontece, né?
Tudo passou da forma mais calma e com minha expectativa mais tranquila ainda.

Assisti repetidamente o filme "Up in the Air", ou "Amor sem escalas" do George Clooney.
Tomei muitas lições deste filme, além de ele ser super divertido e, de certa forma, triste.

Minha reação ao receber o meu tão esperado "prêmio" foi bem parecida com o de Ryan Bingham ao receber o cartão de 10 milhões de milhas (1:29 no vídeo).
Ele sonhou tanto com este momento, ensaiou a troca de palavras com o piloto lhe entregando o grafithi card que na hora, lhe deu um branco.
Ele ficou sem palavras, tomou sua champagne e ficou ali, admirando o tal cartão.

Tudo isso para dizer que, quando tangibilizamos um sonho ou um desejo muito intenso a forma como lidamos com esta "mudança de status" é, no mínimo, imprevisível.
Como tudo nessa vida.

a "tão sonhada pastinha"


Um comentário:

  1. Merecidíssima pastinha.
    Espera que EU tivesse essa honra. EU TENTEI!
    Já era super sua!
    Torcendo para outras e mais outras.
    1555 beijos

    ResponderExcluir