sábado, 11 de fevereiro de 2012

As tais das Redes

Estou um pouco cansada de gastar tanto tempo em redes sociais.
Ouvi dizer que as redes viciam. Estão crescendo 170% a cada ano. Os países da América Latina são os que mais navegam por ali.

Parece frenético ficar conectado o tempo todo, reportando seus pensamentos e olhares através de fotos, marcando onde você esteve e com quem, e tem gente que ainda diz que não gosta de coleira... imagine se gostasse!

No Orkut foi onde tudo começou. Relutei para entrar, estava no último ano da faculdade. Depois que comecei a achar tanta gente que não via há séculos, me empolguei. Até que a febre começou a direcionar para o Face e o larguei lá. Acho que deve fazer umas 2 semanas que deletei meu perfil nesta pendenga. Tentei entrar no Twitter para contar para todo mundo que tinha feito, mas o site estava fora do ar. Que paradigma, não?

Entro no Facebook como uma voyer da vida de meus amigos: vejo quem casou, quem separou, a foto de seus filhos, namorados(as), por onde viajaram, onde estão trabalhando e o quão felizes todos somos nas redes. Um mundo onde apenas as qualidades aparecem e ninguém possui defeitos ou dias ruins.

No Twitter, escrevo algumas pílulas meio tontas, na verdade acho esta rede social meio rasa mesmo. Até sigo algumas pessoas, mas entro super pouco. 

Linkedin, dizem que todo profissional tem que ter. É uma forma de você se expor aos headhunters e achar aquelas pessoas que passaram pela sua vida por alguns anos na baia ao lado, mas que não são amigos suficientes para adicionar no Face. Várias vezes vem pessoas do nada, que nunca vi na vida me adicionando nesta rede e fico apreensiva. Não adiciono.

Hoje, sabadão, tanta coisa prá fazer e aproveitar notei que perdi uma boa meia hora mexendo no Instagram para adicionar meus amigos nesta rede. Até então postava algumas fotinhos brava no trânsito e da janela da minha casa. Mais uma para a lista.

Bem, meus amigos mais próximos sabem que eu tenho um iPhone, então parece que é um absurdo se eles mandaram uma mensagem ou um post e eu não ter visto ou comentado em seguida. Não sei o que aconteceu nas últimas semanas, mas meu celular não me avisa mais que tem pessoas me chamando por lá.

Tanto desabafo e injurio em relação às redes e cá estou eu, no meu blog diário, contando o que penso delas. Se não perdi tempo nelas, perdi falando delas. E, ainda por cima, na rede!

Bom, não importa. Esta é a realidade do momento e o melhor que tenho a fazer é me adequar do jeito que acho que tem mais a ver comigo e que não irá atrapalhar outras atividades, digamos, mais produtivas e relevantes.

E como disse um amigo num post: existem amigos do Face e do face to face. Com certeza este segundo são aqueles que você menos encontra pelas redes.




Na home da minha telinha: são 4 redes e milhares de formas de me contatar.

Um comentário:

  1. Só um desabafo!
    Fui fazer a atualização do meu IPhone e perdi tudo... Agenda, WhatsApp, e vários aplicativos.
    Sou uma "antinha" para essa droga de tecnologia. E o pior, fiz tudo isso e ainda estou com a versão antiga instalada. Sei lá o que fiz (rss).
    Me passa teus contatos novamente.
    1555 beijos

    ResponderExcluir